Vale de Prados_CANTIGAS

Descrição

Visits: 58


Boletim da CTMAD – nº 170 – Janeiro de 2024
Cantiga  nº 1

Rimance da

BELA COZINHEIRA              

_______________________________________
Recolha e Canto original (D. Antónia)

Harmonização (AMC):

Olha a bela cozinheira,
ela cozinhava bem,
ela deixou a cozinha
e fugiu por i além.
E fugiu por i além
seu namoro lhe acenou,
Venha cá, ó seu maroto,
foi você que me enganou!
Foi você que me enganou
naquela sociedade.
(…)
Escolha o par que quiser
que for da sua vontade,
Ó cozinheira dá-me água,
dá-me água, quero beber,
dá-me cá esses teus braços
que eu neles quero morrer!
__________________________________________________
ESCRITA INICIAL:
Som e Pauta simples
__________________

 

__________________________________________________________________________________

Boletim da CTMAD – nº 171 – Fevereiro de 2024   
Cantiga  nº 2           HINO HISTÓRICO DE VALE DE PRADOS 

Cá está Vale de Prados
sempre alegre e a cantar!
basta ele só para tudo animar!
com os seus vinhedos, com seus arvoredos,
é a mais bonita aldeia! sem par!

Quando à noitinha, pra fazer a ceia,
As raparigas, todas num sorriso,
vão buscar a água
à fonte da nossa aldeia,
dizem ao Zé, que as rodeia:
” – Ora Deus te dê juízo!”

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________
Boletim da CTMAD – nº 172 – Março de 2024   
Cantiga  nº 3           SALTA BORBOLETA

______________________________________________________________________________

SALTA BORBOLETA – Letra

Salta borboleta[1], borboleta ao ar,

e a menina Antónia já se vai casar.

– Já se vai casar, não quer ficarde donzela,

o menino António bem que gosta dela.
– Bem que gosta dela, ela é bonitinha,

a menina Ana vai ser a madrinha.

– Vai ser a madrinha, que leva o raminho,

o menino José vai ser o padrinho,

– Vai ser o padrinho, que leva a bandeira,

a menina Beatriz vai ser a cozinheira,

– Vai ser a cozinheira de lavar os pratos,

ao tirar a mesa mancha os guardanapos…

– “Oh valha-me Deus com esta criada!

Salta lá para fora que não sabes fazer nada!

______________________________________________

ADEUS

_________________________________________  Em actualização – nova técnica de inserção das pautas

DESPEDIDA (Não encontro o som….)

Trás-os-Montes em festa recebem
a visita da mãe do Senhor
há nas almas canduras de neve
e no peito fogueiras de amor

Avé Maria Rainha e mãe
tu que nos destes um sumo bem,
h, guarda o povo que é todo teu
 e possam um dia voar para o céu
Ó ceu, ó céu