GCAD_NATAL-REIS

REF: Som mp3_CN Categoria:

Descrição

Acessos: 94

__________________

Natal de 2021

O Natal é uma referência que ultrapassa infinitamente as próprias coordenadas religiosas, penetrando na consciência dos limites da Condição Humana e transportando os “homens de boa vontade” para lá das fronteiras do próprio Sonho.

As músicas secularmente inspiradas nesta Quadra transportam esse Poder unificador e santificador.

A Música é o mais puro e sublime dos meios de exprimir os sentimentos humanos, permitindo partilhar em Família e Amigos as emoções de todo o Ano, de todos dias da Vida.

Einstein, o génio-violinista, afirma convictamente que a Música é a verdadeira religiosidade.

Os ABBA cantam: “Obrigado pela música, pelas músicas que vou cantando (…) Sem música o que somos?”

E nos “Encontros Imediatos…” é a Música o meio de comunicação com os extraterrestres que dá acesso às fronteiras do Universo.

___________________

EXEMPLOS

Mãos dadas em Família (Letra Música: Altino M Cardoso)

MÃOS DADAS EM FAMÍLIA

Vem ter connosco à lareira da Paz,
que estás
em casa que é tua:
Liberta os olhos do chão e da bruma
e fuma
o perfume (o perfume…) da rua;
Vem ter connosco a esta mesa de altar
sagrar o Hoje e o Ontem,
recordaremos os dias da infância
na ânsia (na ânsia…)
que sempre despontem…
Refrão:
De mãos dadas é bom viver
olhando o Além (o Além…)
quando o sol – na noite a descer –
se acaba também…
Como irmãos
a esta Consoada
não falte (não falte!) ninguém!
Vive em nós a seiva sagrada
do Pai e da Mãe!
__________________________

Tu, que nas margens do lago (Enrique Chia | Arranjo: A M C)

TU, QUE NAS MARGENS DO LAGO

1. Tu que nas margens do lago / não buscaste nem sábios nem ricos,
mas só quiseste que eu Te seguisse:

Refrão:

Senhor, Tu fixaste meus olhos,
ternamente meu nome disseste.
Nesse lago eu deixei minha barca,
pois em Ti encontrei outro mar.

2. Tu sabes bem o que eu tenho / em meu barco: nem ouro, nem armas,
somente as redes e meu trabalho.

3. Tu, necessitas de mim; / meu trabalho, que a outros descanse;
do meu amor, sinal d’ esp’rança.

4. Tu, pescador de outros lagos, / ânsia eterna daqueles que esperam
um bom amigo que assim nos chamas.

____________________________

Noite Feliz (Arranjo 1 – AMC) [CF 71]

NOITE FELIZ
1. Noite feliz! Noite feliz!
O Senhor, Deus de Amor,
Pobrezinho nasceu em Belém!
Eis na lapa Jesus noso bem!
Dorme em paz, ó Jesus!
Dorme em paz, ó Jesus!

2. Noite feliz! Noite feliz!
Ó Jesus, Deus de luz,
Quão amável é o teu coração,
Que quiseste nascer nosso irmão
E a nós todos salvar!

3. Noite de paz! Noite de luz!
Os anjos cantam: Glória a Jesus!
Coros celestes anunciar vêm
Que é já nascido Jesus em Belém
Noite de paz e luz
Louvor e glória a Jesus!

4. Noite feliz! Noite feliz!
Eis que no ar vêm cantar
Aos pastores os anjos dos céus,
Anunciando a chegada de Deua,
De Jesus Salvador.
_________________

Noite Feliz (Arranjo 2 SINOS – AMC)

_________________________

Glória in Excelsis Deo! –  Trad (arranjo: AMC)

GLÓRIA IN EXCELSIS DEO!
1. Ah! Vinde todos à porfia
Cantar um hino de louvor
Hino de paz e alegria
Que os anjos cantam ao Senhor:

Refrão:
Glória in excelsis Deo!

2. Naquela noite venturosa
Em que nasceu o Salvador
Os anjos com voz harmoniosa
Deram no cém este clamor:

3. Vinde juntar-vos aos pastores
Vinde com eles a Belém,
Vinde correndo perssurosos
Pois o Senhor enfim nos vem:

4. Cantava em nossas campinas
Esta noite um querubim
E com vozes argentinas
Cantavam outros assim:

5. À lapinha de Belém
Alegres todos correi
Ide ver o Deus-Menino
E com os anjos dizei:

6. Ao Menino levai mimos
A vosso Rei adorai
E com voz harmoniosa
Jubilosos entoai:
______________________

White Christmas (Trad e Arr AMC) [CF 75]

WHITE CHRISTMAS
Sonho com um Natal branco
Como era quando fui criança
E as estrelas, lá nas alturas,
Abriam asas à esperança…

Sonho com um Natal branco
No calorzinho da lareira,
Quando os anjos vinham do céu
E abençoavam a Terra inteira!

___________________________________

Adeste, fideles (Arr – AMC) [CF 47]

Adeste, fideles,
Laeti, triumphantes!
Venite! venite
In Bethelem!
Natum videte regem angelorum!
Venite, adoremus!
Venite, adoremus!
Venite, adoremus Dominum!
_______________

Balada de Natal do órfão (L e M – AMC) [CF 48]

BALADA DE NATAL DO ÓRFÃO

1. Não tenho mãezinha
ou paizinho
e o meu sapatinho
é velho e remendado;
eu vivo num bidon de lata,
moro entre a sucata
e o céu estrelado…

Gostava de ter chaminé,
mas no meu staminé
só há canos de esgoto
quando há cogumelos pra ceia,
a barriga está cheia
e canto à luz de um coto:

REFRÃO:
Chamam-me um reguila
e um puto
ninguém vê o luto,
a miséria e a fome;
muito oiço falar de Natal
mas nada de especial
tem pra mim esse nome!

2.Eu sei de outros tipos que têm
um pai e uma mãe
e por vezes irmãos,
brinquedos, roupas lavadas,
salas enfeitadas,
tudo no Natal.

Faz raiva os brinquedos e as luzes,
os doces e as cruzes,
e a comida quente…
…mas eu tenho estrelas
e rosas
grilos, mariposas…
também estou contente…!
______________________

Happy Christmas/Bendito Natal  (Beetles – Arr e trad – AMC) [CF 50]

HAPPY CHRISTMAS / BENDITO NATAL !

Bendito Natal!
Feliz Ano Novo!
Que a Paz e a Harmonia
Consagrem o Povo!
Que as Trevas e o Medo
Pra sempre terminem
E que venham cedo
Faróis que iluminem!
Já no Céu profundo
Refulge uma Cruz…
A Luz deste Mundo
Chegou com Jesus.

___________________________

Cantem, cantem os anjos – Man Faria – Arr – AMC) [CF 52]

CANTEM, CANTEM OS ANJOS

Refrão:
Cantem, cantem os anjos a Deus um hino
Cantem, cantem os anjos ao Deus Menino

1. Em Belém à meia-noite
– Noite de tanta alegria! –
Nasceu Jesus num presépio
Filho da Virgem Maria.

2. Em Belém à meia-noite
– Foi na noite de Natal –
Nasceu Jesus num presépio
Maravilha sem igual!

3. Em Belém à meia-noite
Nasceu dos céus o sorriso
Para nos abrir de novo
As portas do paraíso.
_______________

Dorme, meu menino – Tradicional – Arr – AMC) [CF 55]

DORME, MEU MENINO
A lua nasceu e cresceu no além,
A noite chegou também,
Meu bébé vai dormir
Vai dormir e sonhar
Deixa a lua crescer lá no ar…

A roca poisou e largou sem chorar
Os olhos vai já fechar…
Nada pode impedir
Que o bébé durma bem,
Nem papão há-de vir
Nem ninguém.

Tu verás, meu amor,
Como é bom sonhos ter:
Deus te dê o melhor
Que houver!
Anjo meu, faz ó-ó,
Que eu velo por ti;
Só aos anjos a lua sorri…
_____________

Hoje na Terra – C. Gabarain – Arr – AMC) [CF 60]

HOJE NA TERRA NASCE O AMOR
Hoje na Terra nasce o Amor,
Deus para os Homens
Salvador.

1. Alegria! Paz e Amor
Para os Homens cá na Terra!
Alegria! Paz e Amor
Que esta noite nasce Deus!

2. Alegria! Festa e Paz
Para os Homens cá na Terra!
Alegria! Festa e Paz
Que esta noite é Natal!

3. Alegria! Paz e Bem
Para os Homens cá na Terra!
Alegria! Paz e Bem
Jesus nasceu em Belém.
_____________

Jingle bells – Tradic – Arr – AMC) [CF 64]

JINGLE BELLS    [É Natal! É Natal!]
1. Rasgaram-se as trevas! O sol tem mais luz
A estrela em Belém mostra-nos Jesus.

Refrão:

É Natal! É Natal!
Salvação e luz
É Natal! É Natal!
Já nasceu Jesus!

2. Já tocam os sinos na Terra e nos Céus,
Soam nas alturas cânticos a Deus.

3. Paz na Terra aos Homens! Alegria e Bem!
Foi a Boa Nova do Anjo de Belém.

4. A todos os Homens de boa vontade
Traz Jesus o anúncio de uma nova Humanidade!
_____________

Serenata de Natal – Letra e Música AMC) [CF 73]

SERENATA DE NATAL

1. É tudo paz, doçura,
Na Terra adormecidaI
Há sonhos de Ventura,
A Dor é esquecida …

Dormitam as estrelas
Em berços de Luar,
Nos vidros das janelas
A Lua vem brincar.. .

REFRÃO:
Anjos embalam o Mundo,
A Guerra não mata;
As vozes do Céu profundo
Cantam em Serenata…

Já não há mais Solidão,
Nem o Ódio existe;
Os Pobres já têm Pão
E o Amor não é triste.

2. O Sonho entra nos lares,
Feliz, pé ante pé,
E transforma os pesares
Em risos de bebé…

Um perfume de prece
Recorda a Primavera…
…Ai, se o Mundo quisesse,
Que bom, que bom que era!…
_______________

Oh, Christmas tree – Tradic Arr – AMC) [CF 72]

OH CHRISTMAS TREE
1. Ó luz de Deus, ó doce luz,
Que brilhas nas alturas!
Vem com teu brilho e teu fulgor
Trazer ao mundo o Teu calor!

2. O mundo viu o Salvador
Nascer humilde e pobre.
Ouviu os anjos proclamar
A paz que os homens vem salvar.

3. O Deus do céu vem junto a nós
Viver a nossa vida.
Vem das alturas o Senhor
Manifestar o Seu Amor.

____________________________

Reis – Noite fria (tradic Arr – AMC) [400 CPR 469]

REIS – NOITE FRIA
1. Noite fria de Dezembro
Sem lua nem estrelinhas
Deitado numas palhinhas
O Deus-Menino sorri.

Noite fria, mas tão bela…
E eis que no cabo do mundo
Três Reis vêem uma estrela
Que brilha no céu profundo,
Que brilha no céu profundo.

2. É uma revelação
De mistério e de carinho
E diz-lhes o coração
Que se ponham a caminho.

É a estrela que os guia
Através do espaço imenso
E cada um oferecia
O ouro, a mirra, o incenso,
O ouro, a mirra, o incenso.

_____________________________

Jesus Menino (Letra e Música – AMC) [400 CPR 443]

JESUS MENINO

1. Era uma vez uma flor
despontada no Amor
infinito e profundo,
nascida em Paz e Aleluia
para sorrir um dia
e florir todo o Mundo!

Era uma vez um Menino
inda pequenino
– bracinhos em cruz… –
deixou-nos no sapatinho
Paz e Amor e Pão e Vinho…
seu nome é JESUS.

REFRÃO:
Natal!
Lume santo no Lar
do Amor a cantar,
do Pecado a pesar,
da Inocência a sorrir…
do Perdão a jorrar,
da Paz a crepitar,
do Carinho a florir…
Natal!
Festa dos Pobrezinhos
de corações quentinhos
à lareira da Esperança;
Natal!
traz o sonho e as trindades,
a emoção e as saudades
num olhar de Criança…!

2. Era uma vez uma estrela
na noite mais bela
do fundo dos céus,
a indicar o caminho
da Paz, do Carinho
que leva até Deus…
Enquanto a estrela fulgia,
o Homem sentia
o calor dessa luz
adormecida à noitinha
à porta de uma lapinha
– berço de Jesus.
________________

Natal na Aldeia Branca [Letra e Música – AMC ) [400 CPR 372]

NATAL NA ALDEIA BRANCA

Natal na aldeia
é como Deus na última Ceia:
com toalhas cor de linho imaculado
e colchas bordadinhas, de noivado…

Casinha branca,
na chaminé fumo que sai,
amor de mãe, amor de pai…
ceiinha franca,

com toalhas cor de linho imaculado
e colchas bordadinhas, de noivado…

Natal na aldeia
é lume que incendeia os corações
em lágrimas, amor, recordações,
e preces, e presépio, e sapatinhos…

Natal na aldeia
é vida que se acende na tardinha,
beiral inda com ninhos de andorinha,
partilha de presentes e carinhos…

com toalhas cor de linho imaculado
e colchas bordadinhas, de noivado…
_____________________

Glória! Hossana! – Benjamim Salgado – Arr AMC) [CPR 470]

GLÓRIA! HOSSANA!
Glória! Hossana!
Eis Jesus Cristo
No presépio de Belém!
São José pôs-se a adorá-lO
Adora-O a Virgem-Mãe.

1. Entram Reis, entram pastores,
Cantam os anjos em roda;
Andam na altura as estrelas
A arrumar a sombra toda!

2. Povos da Terra, exultai,
Já nasceu o Deus-Menino;
Almas em festa, cantai,
Acompanhai-me neste hino.
______________________

Chaminé de Natal (Letra e Música – AMC) [400 CPR 425]

CHAMINÉ DE NATAL
É bom ver fumo,
sem Pé e sem Norte,
sem Paz e sem Rumo…
No mar da Sorte,
Barquinho sem vela
Sucumbe à Procela…
A Vida avança,
em Paz, Esperança,
em Guerra e Tormento,
em Sol, ou Vento,
em Norte, em Bonança,
em Lamento…

Refrão:
A Chaminé faz pensar
(e faz bem…)
Na Fé, no Amor,
no Passado também…
um lume brando,
e o Fumo voando
é Vida que passa,
que foge, que esvoaça…
Faz bem pensar,
ver a Vida a passar…
(… faz bem pensar!…)

_________________________

Cremos em Vós, ó Deus (Tradic Harm – AMC)

CREMOS EM VÓS, Ó DEUS
Cremos em Vós, ó Deus,
Cremos em Vós!
Ó Pai, que estás nos céus,
Olhai por nós!

Chegue até Vós, ó eus,
A nossa humilde voz:
Cremos em Vós, Ó Deus,
Cremos em Vós!
___________________

Nana… nana…. (Tradicional – Harm AMC)

NANA… NANA…
Nana, nana, meu menino,
Que a mãezinha logo vem,
Foi lavar os teus paninhos
À fontinha de Belém…
_______________

Natal dos Velhinhos (Música – AMC) [400 CPR 453]

NATAL DOS VELHINHOS (sem letra)

[Apenas o som abandonado de uma harmónica na noite indiferente e fria…]

_______________________________________________________________