CANTARES EM FAMÍLIA – convívios

REF: mp3_FC Categoria:

Descrição

UMA FAMÍLIA GRANDE E PRÓXIMA tem sempre ocasiões de convívio, sobretudo se dela fazem parte oito netos (4×4) entre os 9 e os 21 anos, como é a do autor das obras expostas neste website.

E um encontro de amigos sem música não existe para nós, quer quando convivemos na nossa zona (Sintra-Cascais-Lisboa), quer outros, da área de Coimbra, do Porto, de Montechoro, do nosso Douro…

Nos convívios da Família, juntamo-nos em redor do piano do Paulo para cantar e tocar as músicas propostas pelo avô, filhas e netos. O avô canta e toca violino ou viola, a Rafaela (tia Becas) toca flauta transversal, as crianças (que têm aulas de piano no Colégio) cantam com a restante Família.

O Paulo fez o 8º ano de piano no Conservatório do Porto, a tia Becas fez o 6º ano de flauta transversa no Conservatório de Sintra e o Avô (AMC) tocou violino na Tuna Académica de Coimbra e tem vários livros de canções publicados, com destaque para o GRANDE CANCIONEIRO DO ALTO DOURO (recolha de 1050 cantigas tradicionais  em 3 volumes, num total de 1920 pgs.) e, ainda o livro 400 CANÇÕES PRÓPRIAS REUNIDAS, com 532 ps., que reúnem as pautas da produção musical (as melodias e as letras) quase de uma vida inteira.

Estas MÚSICAS DE CONVÍVIO situam-se sobretudo no livro CANTARES EM FAMÍLIA, editado em 2020, tempos de COVID_19.

_______________

EXEMPLOS

Tempo das flores (These where the days…) Letra port e harmonia: Altino M Cardoso [CF 134]

Edelweiss (do Filme MÚSICA NO CORAÇÃO) – Letra port e harm de AMC [CF 125]

Eu e o mar (Padam… padam…) Harm AMC [CF 126]

Conquista do paraíso (Vangelis) Letra port e harm AMC [CF 120]

Anda o mar… (Tradic – harm AMC) [CF 114]

Canção da rosa (trad port e harm AMC) [CF116]

Canção do Adeus (harm AMC) [CF 117]

Asas de sonho (Rut sin die ruse) Trad e harm AMC [CF 104]

Amazing Grace (Espiritual negro – harm AMC) [CF 98]

Hino da Alegria (Beethoven – harm AMC) [CF 128]

Amigos assim (trad e harm AMC) [CF 100]

You raise me up (Nas horas más) – harm AMC) [CF 129]

Aura Lee (Trad EUA – trad e harm AMC) [CF 113]

Ter amigos (The way old friends do trad e harm AMC) [CF 136]

Até te encontrar (Elvis Can’t  help falling in love – trad e harm AMC ) [CF 109]

Blow in the wind (Bob Dylan – Trad e harm AMC)

_____________________________________________________________________________

LETRAS DE ALGUMAS MÚSICAS:
A PALAVRA SAUDADE
A palavra Saudade
Quem seria que a inventou?
O primeiro que a disse
Com certeza que chorou…
Escrevi teu lindo nome
Na praia, junto do mar:
Uma onda, com ciúmes,
Veio logo pra a apagar!
Vai-te carta, vai-te carta,
No bico do passarinho:
Vai levar a meu amor
Um abraço e um beijinho.
________________
AMAZING GRACE
[Minha fofinha!]
Encanto agradável
És para mim;
Carinho adorável,
Sim!
Quando eu de manhã
Abro a janela
Eu vejo a natureza,
Sim!
Mas todo esse verde
Tão encantador
Vem da tua beleza,
Amor!
E então eu só desejo
Ter-te aqui
Bem juntinho de mim,
Assim…
És tudo o que eu quero
És tudo no que eu faço
E eu vivo de um beijo,
Abraço…
____________
AMIGOS ASSIM
Os amigos assim
como tu, como eu,
são para toda a vida;
poucas vezes se vêem
mas não têm longes
nem despedida…
Hoje estamos aqui
e seja muita
ou pouca a ausência,
o abraço de agora
não marca a hora
nem a distância!
Esta vida é assim,
Trabalhar e lutar
é o nosso destino
Umas vezes sorrir,
Outras vezes sofrer,
no nosso caminho
Esta vida é assim
ganhar, perder,
vitórias e perigos…
mas, pra sermos felizes,
nunca podemos
passar sem amigos!
Hoje estamos aqui
e, seja muita
ou pouca a ausência,
o abraço de agora
não marca a hora
nem a distância!
________________
AMIGOS PARA SEMPRE!
  1. Eu
Estou sem palavras para dizer
Quanto te quero,
Por te amar e por sofrer…
Amar e sofrer, estou sem palavas…
Vê,
Olha-me no fundo dos meus olhos
E vem à raiz da minha alma
Para ver amar e sofrer,
Olha-me no fundo…
Refrão:
Amigos para sempre
Vamos ser, nós vamos ser:
Na primavera, verão outono
e inverno,
Sim!
Nas horas boas
E no tempo mais ruim
Amigos para sempre!
  1. Eu
Espero por ti, onde tu estejas,
Vem qualquer dia para que vejas
Quanto quero
Quero o teu abraço onde tu estejas…
Tu
Conta comigo nesta hora,
Conta comigo em qualquer hora,
Toda a vida, qualquer hora…
________________
AMOR À BEIRA DOURO
  1. A janela do meu quarto
É uma janela encantada
Donde vejo o rio Douro
De água linda, tão linda,
dourada…
Meu amor é marinheiro,
Quando passa a navegar
Fico a vê-lo do meu quarto
A acenar, a acenar, a acenar…
REFRÃO:
Lá vai, água abaixo
O meu coração,
Em doce ilusão
Contente, a boiar…
Porque o meu amor
Vai nas loiras águas,
Vai cheio de mágoas,
Quero-o consolar…
Lá, lá, lá, lá……….
  1. Rio Douro, rio Douro,
Douro do meu coração,
Que me levas meu amor
Embalado na tua canção…
Águas loiras a sorrir
E rabelos a passar…
São encantos e saudades
Que me fazem sorrir e chorar…
____________
ASAS DO SONHO
[Rut sin die ruse]
  1. Hoje tem sol o nosso dia
Com um sabor a rosas
e a esperança;
E do céu à terra chovem sons
de paz e de harmonia
E o sonho tudo anseia
e tudo alcança…
Refrão:
Vem! Vem! Vem!
Vamos sonhar
Sem termos horas nem idade!
Pois há urgência em libertar,
Fazer voar… voar…
As asas da Felicidade!
  1. Quando a idade esmorecer
Na escuridão que apaga horas ditosas,
Vem na mesma ao meu ombro
E ao abraço que te quer,
Pois há sempre as estrelas e as rosas.
_____________
ATÉ TE ENCONTRAR
(Elvis Presley)
Há quem diga:
Só ao tolo dói a paixão!
Mas eu não posso
Negar o meu coração!
Como o rio corre
Para se unir ao mar,
Meu amor não morre
Até te encontrar…
___________
AURA LEE
  1. Quando eu for embora,
ai! vou sofrer sem ti,
Abraça-me agora,
ai! querida Aura Lee!
Refrão:
Aura Lee, vou-me embora,
se eu morrer sem ti,
Abraça-me agora,
querida Aura Lee!
  1. Virei com os rios,
ai! soldado da guerra,
Casarei contigo,
ai! lá na nossa terra.
  1. E, se não voltar,
ai! chora um bocadinho
E, ao veres o luar,
ai! fala-me baixinho…
  1. Quando estiveres triste,
ai! abraça uma flor,
Em tudo o que existe,
ai! está o meu amor!
___________________
ANDA O MAR
Anda o mar
junto da areia
Para lhe contar
Certa epopeia…
E a onda,
espuma de linho,
Quebra, a rezar,
Reza baixinho…
E o arrais,
olhando o mar,
Parece ler
no marulhar…
Amigos,
como ninguém,
Vivem unidos,
Querem-se bem…
Tem cautela, pescador,
Com a onda que te enleia!
Olha que o mar,
No seu cantar,
Tem a traição da sereia!
Rema, rema, pescador,
Ganha o pão de teus filhinhos,
Olha que o mar,
No seu cantar,
Também mostra ter carinhos!…
_______________
CANÇÃO DA ROSA
1.Dizem que o Amor
é como um rio,
Que beija
sempre a fugir…
Dizem que o Amor
é um punhal
Que mata,
sem se sentir…
Dizem que o Amor
é uma fome
E o Pão
nunca há-de vir…
Mas eu bem sei
que o Amor
Mesmo na neve
nasce em flor!
2.Na solidão
das minhas horas
Eu penso em ti,
em nós,
E o Amor traz-me
o teu sorriso
E a paz de um rio
na foz…
E o meu sonho,
triste e doce,
Traz o eco
da tua voz
E o infinito carinho
Que eu canto, assim,
sozinho…
_________________
CANÇÃO DO ADEUS
Chegou a hora do adeus,
Irmãos,
vamos partir,
No abraço, dado em Deus,
irmãos,
Vamo-nos despedir.
Partimos com a esperança,
irmãos,
De um dia voltar!
Com fé e confiança,
irmãos,
Partimos a cantar!…
_______________________
CASINHA DE POBRE
Refrão:
Casinha de pobre,
lareira de altar,
Borralho quentinho
e é tudo a rezar…
As brasas no lume
são oiro a saltar,
A roca e o fuso
trabalham a par…
Um velho marujo
não vai sem contar
As tristes andanças
que andou pelo mar;
E as velhas murmuram
baixinho, a rezar:
“Deus guarde quem anda
nas ondas do mar!…“
Há moiras e há bruxas,
há medos no lar,
E trancam-se as portas
e é tudo a rezar…
Borralho quentinho,
brasido a estalar…
Casinha de pobre,
lareira de altar…
___________________
CONQUISTA DO PARAÍSO
O Homem não está sozinho:
Segue uma Luz ao nascer,
Tem na Família no seu ninho
E as asas para crescer.
Bebe no Lar o calor,
A Fé é impulso e perfume,
Que grava as marcas do Lume,
Do Ideal, da Paz e do Amor…
REFRÃO:
Abre o coração
E estende a mão
Rumo às estrelas!
Vai! Esta é a Hora
De ir pelo Céu fora
Viver com elas!
___________
DOCE FLORINHA
[Greensleeves]
Eu sou aquele que esqueceste,
Doce florinha do verde ramo;
Por tudo quanto me deste
Nem sei dizer-te o quanto te amo!
Que saudades de ti,
Do teu sorriso, do teu carinho!
Sofro muito por ti
Na minha angústia
De estar tão sozinho…
_______________
DOMINÓ
Dominó, tralaró,
Ai, que vida
a do pobre estudante,
Sempre a ler,
A escrever
E a ficar
sempre o mesmo ignorante!
E esta vida assim
Nunca mais tem fim:
A estudar, a esticar,
No Inglês, no Francês, no Latim!
Manhã cedo, lá vai
De livrinhos na mão,
A pedir ao colega
lhe explique a lição…
E a reposta
Que o desgosta
É sempre esta:
“Hoje há esticão!“
E se, acaso, acontece
de o Mestre o chamar,
Pode até ser inverno,
ele fica a suar…
E no Verão (quem o diria!)
Treme como em noite fria!
Dominó! Dominó!
Inda bem que nisto não estou só!
Dominó! Dominó!
Do estudante ninguém tem dó!
___________
EDELWEISS
[Música no coração]
Edelweiss, edelweiss,
Vens dizer-me “Bom dia!“
Flor da terra e do céu,
Sol da minha alegria…
Ó florinha de paz e amor
No peito escondida:
Edelweiss, edelweiss,
Vives na minha vida!
_______________
EU E O MAR
[Padam… padam…]
Às vezes pertinho do mar
Medito na sua canção
E fico sozinho a pensar
Ouvindo-o no meu coração…
E as horas assim vão passando,
Sem que eu bem as sinta passar…
… Acordo por vezes julgando
Que dentro de mim anda o mar,
Esse mar
Sempre a cantar!
Soluça além o mar
A canção que em menino cantei,
E as ondas, a rolar,
Lembram sonhos
que um dia sonhei…
Barquinho, a navegar,
Rumo à praia sob o azul do céu…
… São lembranças
e esperanças de amor,
Que o mar – traidor…
Não compreendeu!
__________________
HINO DA ALEGRIA
[U.E.]
Escuta, irmão,
esta canção da Alegria
Canção alegre
de quem espera um novo dia!
Refrão:
Vem! Canta! Sonha cantando!
Vive sonhando um novo Sol
Em que os Homens
voltarão a ser irmãos!
Se em teu caminho
só existe a tristeza,
Busca na vida
a Alegria e a Certeza!
Se não encontras a Alegria
nesta terra,
Volta os teus olhos
para a luz das Estrelas!
______________
NAS HORAS MÁS
[You raise me up]
Nas horas más,
Quando a força nos falta,
Pedimos Paz ao Pai, ao Criador,
E a Sua Graça ao horizonte lança
Um arco-íris de nova Esperança.
Muito obrigado, por Tua presença
Na nossa vida, onde há tanta dor!
Que nunca mais o desânimo vença!
Muito obrigado pelo Teu Amor!
____________
O FLOREIRO
[La Spagnola]
Por toda a parte benquisto,
com seus pezinhos de lã,
vai o pequeno Evaristo
vender as flores da manhã.
«Rosas! Violetas! Jasmim!»
vou ofertando a quem  passa…
Se compram, que bom p’ra mim
pois não as  levam de graça…
Ah!
«Flores Flores!
De uma alegria louçã!
Fresquinhas! Cheias de cores!
Colhidas pela manhã!
Flores Flores!
De uma alegria louçã!
Fresquinhas! Cheias de cores!
Oh! lá! lá!
Olhem-nas!
Olhem bem, só!»
_____________
O ROUXINOL
O rouxinol
Adormeceu,
Caíu ao rio
Onde morreu…
Ó rouxinol,
Que é da tua sertenata?
Deixa as águas cor de prata,
Voa ao Céu!…
____________
PARTE, PARTE, Ó PESCADOR
Parte, parte, ó pescador
Vai à pesca da sardinha
Louvado seja o Senhor,
Que guia a tua barquinha!
As ondas do mar são brancas
No meio são amarelas
Coitadinho de quem nasce
P’ra morrer no meio delas!
______________
 
TEMPO DAS FLORES
(Those were the days )
Quando somos jovens
temos rosas
a dar sons e cores
à nossa vida;
Mas, quando passam
as horas ditosas,
Só resta uma saudade dolorida…
Bendito seja o tempo
dos amores em flor,
Quando a Esperança
é sempre renascida!
E a Terra inteira em flor
Tem rituais de cor
Que vão tornar
a ceifa apetecida!…
____________________
TER AMIGOS
[The way old friends do]
Quando a Vida traz alegrias
É tão bom ter um Amigo
para partilhar!
E se as horas ficam
sós e vazias,
Quem dera poder sorrir
e alguém abraçar!
Sem Amigos, é tão triste
A solidão e o nada!
Com Amigos,
tudo o que existe
Traz o sol de cada dia
à nossa Estrada!
_________________