400 CPR_TROVAD medievais

REF: Som mp3_MM Categorias: , ,

Descrição

Visits: 211

 

Mais informação histórico-literária em:

  • 400 CPR – TROVADORES MEDIEVAIS
  • GCAD vol 1 – Contextos histórico-literários na música tradicional

 

EXEMPLOS

Bailia – Bailemos todas… [400 CPR 497] Música: Altino M Cardoso

1.Bailemos nós já todas três, ai amigas,
sô aquestas avelaneiras frolidas,
e quem for velida, como nós, velidas,
se amigo amar,
sô aquestas avelaneiras frolidas
verrá bailar (verrá bailar).

2.Bailemos nós já todas três, ai irmanas,
sô aqueste ramo destas avelanas,
e quem for louçana, como nós, louçanas,
se amigo amar,
sô aqueste ramo destas avelanas
verrá bailar.

3.Por Deus, ai amigas, mentr’al nom fazemos
sô aqueste ramo frolido bailemos,
e quem bem parecer, como nós parecemos,
se amigo amar,
sô aqueste ramo, so que nós bailemos,
verrá bailar.

_________________________

Pois nossas madres vão a Simão  [400 CPR 497?] Música: Altino M Cardoso

em lançamento

Ai, flores, ai, flores do verde pino [versão 2 – harmónica] [400 CPR 495] Música: Altino M Cardoso

– Ai flores, ai flores do verde pino,
se sabedes novas do meu amigo?
Ai, Deus, e u é?

Ai flores, ai flores do verde ramo,
se sabedes novas do meu amado?
Ai, Deus, e u é?

Se sabedes novas do meu amigo,
aquel que mentiu do que pôs conmigo?
Ai, Deus, e u é?

Se sabedes novas do meu amado,
aquel que mentiu do que mi há jurado?
Ai, Deus, e u é?

– Vós me preguntades polo voss’amigo
e eu bem vos digo que é san’e vivo.
Ai, Deus, e u é?

– Vós me preguntades polo voss’amado
e eu bem vos digo que é viv’e sano.
Ai, Deus, e u é?

– E eu bem vos digo que é san’e vivo
e será vosco ant’o prazo saído.
Ai, Deus, e u é?

– E eu bem vos digo que é viv’e sano
e será vosc[o] ant’o prazo passado.
Ai, Deus, e u é?

______________________________

Alva – Levad’ amigo… [400 CPR 496]  Música: Altino M Cardoso

1.A.Levad’, amigo, que dormides as manhanas frias
B.tôdalas aves do mundo d’amor diziam:
leda m’and’eu! (leda leda m’and’eu) (bis)

2.A.Levad’, amigo que dormide’las frias manhanas
B.tôdalas aves do mundo d’amor cantavam:
leda m’and’eu!

1.B.Tôdalas aves do mundo d’amor diziam,
C.do meu amor e do vosso em ment’haviam:
leda m’and’eu!

2.B.Tôdalas aves do mundo d’amor cantavam,
D.do meu amor e do vosso i enmentavam:
leda m’and’eu!

1.C.Do meu amor e do vosso em ment’haviam
vós lhi tolhestes os ramos em que siíam:
leda m’and’eu!

2.D.Do meu amor e do vosso i enmentavam
vós lhi tolhestes os ramos em que pousavam:
leda m’and’eu!

Vós lhi tolhestes os ramos em que siíam
e lhis secastes as fontes em que beviam;
leda m’and’eu!

Vós lhi tolhestes os ramos em que pousavam
e lhis secastes as fontes u se banhavam;
leda m’and’eu!

______________________________

Palaciana (s. XV)  – Senhora, partem tão tristes… [400 CPR 499]  Música: Altino M Cardoso

1. Senhora, partem tão tristes
meus olhos por vós, meu bem,
que nunca tão tristes vistes
que nunca tão tristes vistes
outros nenhuns por ninguém.

2. Tão tristes, tão saudosos,
tão doentes da partida,
tão cansados, tão chorosos,
da morte mais desejosos
cem mil vezes que da vida.

3. Partem tão tristes os tristes,
tão fora de esperar bem,
que nunca tão tristes vistes
que nunca tão tristes vistes
outros nenhuns por ninguém.

_______________________________

Marinha/Barcarola – Sedia m’ eu na ermida de S. Simon… [400 CPR 498]  [Música: Altino M Cardoso]

Sedia-m’eu na ermida de San Simon
e cercarom-mi as ondas, que grandes som!
Eu atendendo meu amigo, eu atendendo meu amigo,
Eu atendendo o meu amigo, o meu amigo… (bis)

Estando na ermida ant’o altar
e cercarom-mi as ondas grandes do mar.
Eu atendendo meu amigo, eu atendendo…

E cercarom-mi as ondas, que grandes som!
Nom hei eu i barqueiro nem remador.
Eu atendendo meu amigo, eu atendendo…

E cercarom-mi as ondas do alto mar;
nom hei eu i barqueiro nem sei remar.
Eu atendendo meu amigo, eu atendendo…

Nom hei eu i barqueiro nem remador
e morrerei fremosa no mar maior.
Eu atendendo meu amigo, eu atendendo…

Nom hei eu i barqueiro nem sei remar
e morrerei fremosa no alto mar.
Eu atendendo meu amigo, eu atendendo…

____________________-

Cantiga de Romaria (Amigo) – Poema: Pero Viviães | Música: Altino M Cardoso

 

 

Pois nossas madres vam a Sam Simom
de Val de Prados candeas queimar,
nós, as meninhas, punhemos d’andar
com nossas madres, e elas entom
queimem candeas por nós e por si,
e nós, meninhas, bailaremos i.

Nossos amigos todos lá irám
por nos veer e andaremos nós
bailand’ant’eles fremosas em cós;
e nossas madres, pois que alá vam,
queimem candeas por nós e por si.
e nós, meninhas, bailaremos i.

Nossos amigos irám por cousir
como bailamos e podem veer
bailar [i] moças de bom parecer;
e nossas madres, pois lá querem ir,
queimem candeas por nós e por si,
e nós, meninhas, bailaremos i.

 

 

Conheça também:

– GCAD

________________________________________________________________________