CANÇÕES inesquecíveis luso-europeias

15,00

Categoria:

Descrição

CANÇÕES INESQUECÍVEIS LUSO-EUROPEIAS

Esta colectânea resulta da vontade de dar às escolas e à juventude algo diferente da música que é fornecida actualmente pelos mass media – quase toda resultante dos interesses comerciais das editoras globais e desenraizada das nossas tradições, isto é, uma variedade saudável e adequada à nossa própria sensibilidade.

São escolhidos espécimes de vários géneros e adaptados a certas realidades festivas e eventos sociais, como:

– as tradições da Infância, a Emigração, o Natal, o dia da Mãe, da Mulher, do Pai, Aniversários…

O autor – Altino M Cardoso – traduziu para português as letras de canções que se tornaram clássicos musicais incontornáveis, como:

ABBA, Música no Coração, André Rieu, Amália, Aznavour, etc.

Estão transcritos os Hinos Nacionais de toda a Europa.

Está em preparação um 2º volume, intitulado CANÇÕES INESQUECÍVEIS INTERNACIONAIS.

_____________________

EXEMPLOS:

A E I O U – Canção de mesa (Arranjo: Altino M Cardoso)

A – Versão Latina

1. A – A – A
Bachanalia !
Refrão geral:
O beata tempora
Ibimus in nemora
A – A – A
Bachanalia!
2. E – E – E
Dies Dies feriae!
3. I – I – I
Vinus, vini (ou: vinum da mihi)
4. O – O – O
Pleno poculo
5. U – U – U
Bibemus diu !

B – Versão portuguesa

1. A – A A
Vinho para cá !
Refrão geral:
Vinho para cá
Vinho para cá
A – A A
Vinho para cá !
2. E – E – E
Vinho é que e !
3. I – I – I
Vinho para aqui
4. O – O – O
Vinho venha só
5. U – U – U
Vinho manda tu!

__________________

Meu barquinho (Il était un petit navire)  (Arranjo: Altino M Cardoso)

Original (francês)
1. Il était un petit navire,(bis)
Qui n’avait ja-ja-jamais navigué, (bis)
Refrain: Ohé, ohé… ohé ohé matelot!
Matelot navigue sur les flots! etc…….
Tradução AMC -> Português:
1. Era uma vez no alto mar (bis)
Ia um barquinho a na-a-navegar (bis)
Refrão: Olé, olé… olé, olé, ó barquinho!
Com teu marinheiro pequenino!
2. O rapaz mal sabia nadar (bis)
Apaixonado, i-i-ia a cantar! (bis)
3. E veio o sol quente a abrasar (bis)
E o trovador sem sem sem se calar (bis).
4. E veio a chuva e o vento do mar (bis)
E o barqui-qui-quinho a naufragar! (bis)
5. Mas veio a lua do céu de prata, (bis)
Queria ouvir-vir-vir a serenata. (bis)
6. E quando o barco ia a afundar, (bis)
Vieram as se-se-reias para o salvar! (bis)

____________________

Canção do passeio – Schumann (Arranjo: Altino M Cardoso)

Gosto de ir passear andar pelos campos verdinhos da Região Gosto de madrugar pra pedalar e mais o meu cão, ão-ão!
Quando o vento nos bate nas mãos e espalha os cabelos
Horizontes e nuvens dos montes parecem castelos!

Ai que bom!
Que manhã tão bonita pra passear!
Vem cantar!
Olha o céu tão azul para pedalar!

_______________________

Dia da Mãe (Canção de berço – Brahms)

Português:

Boa noite, bebé,
de rosa e jasmim,
teu berço adornei
e o pus junto a mim…
Dorme e sonha, feliz,
meu querido petiz! (bis)

Boa noite, bebé,
tesouro sem par,
que os anjos do céu
vêm hoje guardar.
Deitadinho, a dormir,
me pareces sorrir… (bis)

Inglês: LULABY

Lulaby litle man
You are a child of adventure,
Put your dragons out the sight
mommie’s watching you tonight.
Now that you had your fun,
and the day is all done,
All the battles are won,
litle man litle son.

_________________________

Fascination (< Valse tzigane, Marchetti – 1904)

Inglês original:
It was fascination I know,
And it might ended right then at the start,
Just, a passing glance,
Just a brief romance,
and I might have gone on my way empty hearted.
It was fascination I know,
Seeing you alone with the moonlight above,
Then I touched your hand,
and next moment I kissed you:
fascination tourned to love.
Trad -> Português:
Bastou um olhar, meu e teu, num breve relance à luz do luar,
E houve uma magia que encheu de esperança
O meu coração sem ninguém para amar.
Foi mesmo milagre, bem sei… unir nossas mãos sob a lua bendita
E aquele beijo, caído do céu, teve uma doçura infinita!

_____________________________

Chevaliers de la table ronde (tradicional francesa)

Chevaliers de la table ronde,
Goûtons voir si le vin est bon.
Chevaliers de la table ronde,
Goûtons voir si le vin est bon.
Ref – Goûtons voir, oui oui oui,
Goûtons voir, non non non,
Goûtons voir si le vin est bon.

J’en boirai cinq a six bouteilles,
une femme sur mes genoux.
J’en boirai cinq a six bouteilles,
une femme sur mes genoux.
Ref – une femme, oui oui oui
une femme, non non non
une femme sur mes genoux.

Sur ma tombe je veux qu’on inscrive:
“Ici gît le roi des buveurs”.
Sur ma tombe je veux qu’on inscrive:
“Ici gît le roi des buveurs”.
Ref – Ici gît, oui oui oui,
Ici gît, non non non,
Ici gît le roi des buveurs.

______________________________

Cielito lindo (tradicional mexicana)

Castelhano original:
De la sierra Morena,
cielito lindo
vienen bajando
un par de ojitos negros
cielito lindo
de contrabando.
Ay ay ay ay,
canta y no lhores
porque cantando
se alegran,
cielito lindo,
los corazones.
Trad -> Português:
Quem parte leva saudades
de alguém que fica
chorando de dor…
Por isso
eu não quero lembrar,
quando partir,
meu grande amor.
Ai, ai, ai ai,
tá chegando a hora
O dia já vem raiando,
meu bem,
e eu tenho que ir embora…

_____________________________

Alegre camponês (M Schumann > tradicional)

Trad >- port
Do sol ao luar
o alegre camponês
anda a plantar espigas
e a assobiar
cantigas.
Em casa, o amor
dá-lhe um beijo e uma flor…
Depois, no V’rão
a colheita lhe diz
que amor e uma canção
bastam pra ser feliz.

_______________________________

Home, sweet home (Mötley Crüe > tradicional inglesa)

Trad > port
Quando a noite está perto
E é o meu regresso a casa
Olho para o céu aberto
e o cansaço é uma asa!
Refrão:
Ó lar, doce lar,
Onde o amor fez o seu ninho
E é bom partilhar
O nosso imenso carinho!
Depois, ao abraçar
A família reunida…
Nada mais pode dar
Mais encanto à nossa vida!

______________________________

Red river (Filme > tradicional >Vale florido)

Inglês (original):
Come and sit by my side if you love me,
Do not hasten to bid me adieu,
But remember the Red River Valley
And the girl who has loved you so true…
From this valley they say you are going
We will miss your bright eyes
and sweet smile
For they say you are taking the sunshine
That brightens our pathway awhile.
Português:
Adeus, Vale do Red River, adeus!
Vou partir em demanda do Sul,
Deixarei os teus campos floridos,
Os teus bosques e o teu céu azul.
Vou deixar o meu vale florido
De uma fonte suave a cantar:
É meu pranto correndo sentido
Por você que não vai mais voltar…
Vou seguir pelo mundo sozinho
Sem destino, sem paz e sem lar
Vai ficar tão vazio o meu ninho
Sem o céu que há no seu lindo olhar.
Lá no Vale do Rio Vermelho
Quando a noite de novo chegar
A lagoa será um espelho
Onde a Lua se virá mirar
Quem me dera que você viesse
Nos acordes da minha canção
E escutasses a minha prece
De me dares o teu coração.
Esse vale vazio e tristonho
A saudade virá visitar
Recordando a beleza de um sonho
Que eu senti pouco a pouco a findar.
…É meu pranto correndo sentido
Por você que não vai mais voltar (bis)

___________________________________

Vilja (Meu coração)  (Franz Lehar)

Inglês:
Vilia, dear Vilia,
my whole heart is thine,
let my fond love
make thee mine,
only mine;
O’er me there steals
from thine eyes a sweet spell,
Love me
and all will be well.
Português:
Meu coração, desde que eu te vi,
Já não é meu, pois só bate por ti
Sonho de dia e à noite que faço?
Sonho contigo, com o teu abraço…
[Variante:
Sonho de dia e à noite desejo
O teu sorriso, um abraço e um beijo…]

__________________________________

Amazing grace (espiritual negro)

1. Encanto agradável
És para mim,
Carinho adorável…
Sim!
Tu és o meu amor,
Tu és a minha vida,
Ó minha fofinha querida!
2. Quando eu de manhã
Abro a janela
Eu vejo a natureza;
Mas todo esse verde
Tão encantador
Vem da tua beleza,
Amor.
3. E então eu desejo
Ter-te aqui
Bem junto de mim, assim…
És tudo o que eu quero
Estás em tudo o que faço:
Vivo de um beijo… abraço…

_______________________________________________________________________