Do vinho de Missa de Cister Ao vinho do Porto

15,00

Categoria:

Descrição

2014 – DO VINHO DE MISSA DE CISTER AO VINHO DO PORTO-A MAGNA KARTA (1132)

Esta edição desenvolve e aprofunda as ideias iniciais a partir da escritura originalmente datada de 1132 e não 1142.

Explana a organização em granjas, nomeando as principais e estabelece definitivamente a lógica do estabelecimento de tantos conventos de Cister na zona de Lamego de Egas Moniz, onde D Afonso Henriques e depois o seu filho D. Sancho I foram criados e a batalha de S. Mamede (1128) idealizada.

Na mesma linha lógica do estabelecimento e vitivinicultura de Cister está a criação da capital em Coimbra três anos depois (logo em 1131).

O comércio de vinho do Douro, com a Inglaterra, sobretudo o “cheirante”, já fora objecto de um tratado com D. Dinis. Séculos mais tarde, o Marquês teve de regular com mão de ferro a produção, para erradicar a desastrosa qualidade das exportações.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Do vinho de Missa de Cister Ao vinho do Porto”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *